sábado, 2 de fevereiro de 2013

Os Miseráveis!

Postado por Chayanne Gonçalves às 12:39 0 comentários
video

Acho que não foi uma grande surpresa saber que a queridinha Anne Hathaway se 
saiu excelentemente bem no musical: Les Miserables :) 
eu adoro musicais, amo o trabalho da Anne e agora eu sou muito mais
 fã rs ela não tem mais de 5 minutos cantando I Dreamed a Dream e ela rouba a cena, 
é tocante, pesado, forte, emocionante e lindo. 
Não tem como não sentir a dor que a musica quer passar com a impecável 
interpretação dela ♥ 
Eu adorei esse musical apesar de nos deixar um pouco 
cansados ao final de tanta musica! hahahaha 
(Brincadeiras a parte, é um ótimo filme)

Meu Cury!

Postado por Chayanne Gonçalves às 09:34 0 comentários
Livro: O COLECIONADOR DE LÁGRIMAS (HOLOCAUSTO NUNCA MAIS)
Por: AUGUSTO CURY ♥



Ai Augusto...
Nunca imaginei que alguém iria entrar na minha mente e simplesmente escrever um livro sobre a minha maior inquietação e duvida desde os tempos do ensino fundamental! Não existem possibilidades de você ler um livro escrito por ele e não deixar que este mude algo em você, desde seu modo de pensar ao modo de se portar ou sei lá hahahaha Sou fã assumida e de carteirinha apesar de ter lido apenas a trilogia de o vendedor de sonhos, e agora holocausto nunca mais. Tenho faro pra trilogia, pedi esse livro de presente de aniversário pra uma amiga e nunca nem se quer pesquisei sobre apenas li a sinopse e o quis! Apenas por ler Hitler, eu o odeio claro, mas agora eu tenho pena dele depois de ler esse livro, imagino que seguidores nazistas devem ter queimado o livro com fervor hahahahaha depois de ler o desespero CADÊ A CONTINUAÇÃO DISSO AQUI BEE??? pois é, eu não sabia que era trilogia :( e mesmo que soubesse teria lido hahahah INCRÍVEL, SURPREENDENTE, REVELADOR, ESCLARECEDOR, INTRIGANTE, APAIXONANTE, desculpa mas eu não consigo pensar em um livro melhor por agora (consigo sim Harry te amo ♥) Eu recomendo esse livro, não só para descobrir sobre um doente e como ele contaminou a Alemanha, mas para abrir seus olhos. Sou pedagoga e tomei como uma lição enorme e pessoal o que li, HOLOCAUSTO NUNCA MAIS! com vigor! não abrir mão de ser um educador e saber que nessa profissão somos grandes heróis e podemos impedir que essas ideias horríveis de uns poucos afetados possa se propagar diante dos jovens novamente. É um livro pra ser lido em dois dias no máximo porque você dorme e sonha com Júlio Verne, e se pergunta se ele está ficando louco, se o mundo enlouqueceu, se... ah tantos "se". Eu só imagino esse livro virando um filme! hahahhahahaha mal da geração Potter! E que vocês possam ler e entender e deixar se levar como eu fiz, e boa leitura! Mil estrelas pro meu Cury!


Chega de babação por aqui! E logo retorno pra falar do segundo livro :D FELISSSSSSSS hahahaha

Meu Kurt

Postado por Chayanne Gonçalves às 09:14 0 comentários
Não da pra iniciar essa avaliação pessoal sem antes dizer que Chris Colfer sempre será meu Kurt de Glee! Eu sempre peço ele de presente pras pessoas na esperança de que me tragam ele num potinho de vidro hahahahaha brincadeiras á parte, ele é um fofo e suas histórias não são diferentes!


O Livro em questão é: TERRA DE HISTÓRIAS - O FEITIÇO DO DESEJO
por: CHRIS COLFER


SPOILER

Devo dizer que sou fã de uma boa sinopse, por isso a SKY me irrita com aquelas três linhas que mal tem a ver com o filme exibido. Enfim, Chris foi muito lindo em escrever essa história, indo até o psíquico dos vilões, enchendo de aventura a vida de dois irmãos que hoje em dia depois da leitura eu sinto muita falta :( Por ser infanto-juvenil algumas coisas são bem previsíveis, ele não chama a atenção na livraria se não fosse a foto do Chris hahahahaaha o livro é uma delicia, divertido, com aventuras que parecem não ter mais fim! Os lindos da vez são dois irmãos gêmeos que acabam de perder o pai e mudar de casa, Conner o irmão popular, e Alex a excluída socialmente. Você se apega a Alex que sofre por ser nerd e que no meio do livro você a vê escalando a torre da Rapunzel só com a coragem, com pensamentos inconsequentes, fazendo amigos por onde passa, e você pensa: "quem te viu quem te vê hein Alex" e Conner sarcástico e cheio de inquietantes pensamentos práticos que surpreendem as vezes, corajoso e... ODEIA escola, e no meio do livro você o pega sentindo falta da mamãe e até da professora que o odeia. É muito interessante e te faz rir com o rumo que Chris dá aos contos de fadas, ele usou sua imaginação e fez o que deu na telha com seus personagens, o que é ótimo! Bom no final você fica com aquele gostinho de quero mais! e espero que tenha mesmo, eu quero muito saber se Alex pode continuar vivendo seu sonho sempre que quiser.


Eu poderia falar muito mais sobre ele, é encantador, mas to com preguiça! hahahaha

Sendo Louca.

Postado por Chayanne Gonçalves às 07:39 0 comentários

Hey, eu amo vir aqui quando a mente não suporta mais sufocar tudo :)
Já disse como eu amo o amanhecer? Caramba, eu AMO!
Estava aqui sentindo aquele turbilhão de coisas que costumo sentir a essa hora da manhã, em que eu devia estar dormindo, só que não. Eu me pergunto se as vezes sou inconveniente por pensar tanto, ir no futuro e voltar, querer saber o que ou como eu faria algo, como eu reagiria em tal situação, eu amo as suposições e sou inimigas delas também. Elas são o incerto, o que minha mente faz com o incerto é horrendo e hilário, mas nunca posso evitá-las elas tem gostinho de futuro, e pra todos que tem esperança o futuro é sempre tentador.

Quero deixar escrito que é louco ser ligada a alguém por um sentimento.
Mas alguém que corresponde, alguém que prende, alguém que é tão diferente de você e faz tantas coisas iguais. Louco. Como você se sente mal quando rolam os desentendimentos e de repente estão fazendo piada, rindo, felizes. Louco. Como você está longe, e ficamos dizendo coisas amorosas, planejando viagens ao centro da terra e quando conseguimos nos unir é tão "comum" -e delicioso-, como se estivéssemos juntos a vida inteira sem nos separar nunca nunca nunca, e esquecemos metade das promessas feitas sob o delírio que a saudade causa. Louco. Como você nunca se sente só, até que a outra pessoa vá embora. Louco. Como você admirava o sono e o julgava como sendo a melhor coisa da vida, até que você tem o prazer de dividir a cama com alguém que tem as batidas do coração complementares ás suas batidas, fazendo com que uma musica silenciosa tome conta da sua alma e você sem perceber, dorme o sono mais tranquilo completo e incrível da sua vida. Louco. Quando a outra pessoa diz que teve um sonho e você espera pra ouvi-lo como se fosse o ultimo capitulo da novela, e no final das contas foi o sonho mais sem noção e coerência do mundo dos sonhos, e você sorri e acha lindo os devaneios que a pessoa pode ter até mesmo dormindo. Louco. Quando você ouve sobre uma tragédia e acaba tratando-a como mais um numero grande de pessoas mortas, até que a outra pessoa vem abalada e diz que está muito mal pelo que aconteceu, e toca seu lado mais humanista e sensível e te faz querer chorar por cada perda que aquelas famílias sofreram louco louco louco como isso te faz ser melhor. Louco. Como você acorda e manda mensagem, e quando aparece aquele ENVIADO você sabe que fez a coisa certa, e quando menos espera você tem uma mensagem na sua caixa de entrada, a conversa é a seguinte:

  • Bom dia, acordei agora e acho que ta na hora de você acordar também rs
  • Bom dia, acabei de acordar também, me liga?

É eu poupei vocês de toda a melequeira de apelidinhos e mimos desnecessários pra vocês que não fazem parte desse casal! Sei que são gratos. De nada. Eu só quero dizer que eu sou feliz, e agradeço a Deus todos os dias por eu ter o meu oposto idêntico a mim na minha vida, agradeço por me fazer mudar constantemente, e agradeço por... tudo? Rs sim por tudo!

 

Chayanne Copyright © 2012 Design by Antonia Sundrani Vinte e poucos